PÁGINA INICIAL MENSAGEM FOTOS CONTATO 
Cooperação

A competição se tornou a principal ferramenta de desenvolvimento profissional nesses últimos tempos e, sem dúvida, podemos reconhecer que ela alavancou a criatividade e possibilitou grande desenvolvimento econômico. Mas, é preciso que nos perguntemos: a que preço?


Hoje, competir não é mais desenvolver competências e sim ser mais competente que o outro. Nesse jogo, em que alguém precisa perder para que outro seja o vencedor, todos perdem. É comum perceber comportamentos destrutivos, que buscam derrubar o adversário ao invés de desenvolver novas possibilidades. Podemos observar que o modelo do ganha-perde, aplicado à economia, torna nossa sociedade cada vez mais desigual e só aumenta a enorme distância entre ricos e pobres.


Desta forma, a competição se tornou a principal barreira para a construção de uma sociedade mais equânime e solidária. Agora, reaprender a cooperação é o nosso grande desafio na construção de um futuro mais feliz para todos. O jogo do ganha-ganha é possível e pode ser experimentado desde já.


O objetivo deste trabalho é justamente refletir sobre o quanto podemos ser competentes sem sermos destrutivos, sobre o quanto podemos ganhar sem que o outro precise perder, sobre o quanto pode ser mais prazeroso quando todos ganham juntos.

Voltar